retratos de olhão

A VERDADEIRA INCLUSÃO SOCIAL EXIGE POLÍTICAS  DE DESENVOLVIMENTO LOCAL E A PARTICIPAÇÃO DA POPULAÇÃO. JÁ BASTA DE ASSISTENCIALISMO E DE ABANDONO!!!

REABILITAR O PATRIMÓNIO E OS MODOS DE VIDA TRADICIONAIS SIGNIFICA MAIS EMPREGO, INCLUSÃO E MELHOR ECONOMIA LOCAL. JÁ BASTA DE PASSIVIDADE E DE ABANDONO!!!

PROMOVER A PESCA TRADICIONAL E A SALINICULTURA SIGNIFICA MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA.

PRESERVAR A RIA É UM LEGADO DECISIVO PARA O FUTURO DE OLHÃO .

NÃO HÁ LUGAR PARA A NEGLIGÊNCIA !

A gestão da água pela empresa municipal Ambiolhão, criada pela Câmara  Municipal de Olhão, tornou-se um negócio chorudo, em detrimento daquele que deveria ser o seu propósito essencial - a satisfação das necessidades básicas dos munícipes.

Saiba porquê...  

A ÁGUA É UM BEM ESSENCIAL E NÃO DEVE SER UM NEGÓCIO.

Opinião

Com as eleições de 6 de outubro a esquerda ficou mais fraca no Algarve. O Bloco, ao manter a sua representação parlamentar, surge como o grande referencial das aspirações, reivindicações e lutas dos algarvios, apresenta-se como a principal força de esquerda na região. A nossa principal bússola assenta nos programas nacional e regional, que se complementam. Acabada a geringonça, por vontade do PS e do PCP, o Bloco nada terá a temer, liderando a oposição e mantendo o seu rumo socialista, com coragem e determinação – naturalmente, com todos e sem esquecer as convergências possíveis à esquerda.

Neste aspecto devemos lembrar que o Algarve é uma enorme fonte de receitas para o País, e certamente conseguirá verbas para fazer face às hipotéticas despesas, acrescentando que deve surgir uma dinâmica de solidariedade para com as regiões mais desfavorecidas do todo nacional.