Share |

Sobre: assembleia municipal - moção

Dezembro 4, 2014

Na passada sexta-feira, dia 28 de Novembro, foi finalmente apresentada a moção de censura do Bloco de Esquerda  ao Presidente da Câmara Municipal de Olhão (ver propósitos no artigo relativo à assembleia anterior). A moção, votada em voto secreto, obteve 9 votos a favor, 3 abstenções e 12 votos contra, o que, apesar de tudo, revela algum inconformismo perante as graves e reiteradas posturas de gestão incorrecta do executivo camarário.

Outubro 1, 2014

No passado dia 26 de Setembro, em sessão descentralizada da Assembleia Municipal de Olhão (realizada em Moncarapacho), foi recusada a discussão da moção de censura do Bloco de Esquerda ao Presidente da Câmara por voto contra do PS, apesar dos votos favoráveis de toda a oposição (a introdução do tema urgente na ordem do dia necessitava de uma maioria de 2/3).

A referida moção, que apresentamos integralmente no interior do artigo, reflecte o incumprimento legal das disposições relativas à deliberação aprovada em sessão de câmara sobre a necessidade de uma “auditoria” ao órgão, tendo sido “fechada na gaveta” por cinco longos meses, só saindo recentemente por pressão do Bloco de Esquerda.

Não surpreende que o Partido Socialista em Olhão recuse a transparência, mas compactuar com práticas de negligência deliberada que lesam os direitos dos cidadãos e a prática mais elementar da democracia é de uma gravidade extrema!