Share |

Sobre: Sociedade

Junho 4, 2017

O BE de Olhão tem vindo a alertar e a questionar, quer através de comunicados à população, quer através da participação política nos órgãos autárquicos, a possível liquidação das funções dos mercados de Olhão que cumprem papel decisivo na vida económica da cidade e na sua dinâmica social quotidiana. Apoiámos a participação cívica da população na defesa dos mercados e lutámos pelo alargamento da aceitação das petições públicas (propondo a alteração do regulamento da AM que permitiu integrar a "voz do cidadão" com um menor número de assinaturas). Como não foram prestados os devidos esclarecimentos pelo senhor Presidente da Câmara à Assembleia Municipal, em resultado da discussão sobre a petição apresentada pelos cidadãos "Em defesa dos mercados", mais uma vez reiteramos a nossa posição face ao tema, apresentando soluções alternativas e manifestando a necessidade de uma política diferente que defenda as populações e particularmente as justas pretensões dos operadores dos mercados. (ver desenvolvimento no interior - folheto)

Dezembro 30, 2014

No passado dia 21 de Dezembro, em Brancanes (Olhão), realizou-se um almoço-convívio organizado pelo Bloco de Esquerda de Olhão que contou com a presença de cerca de 70 camaradas, amigos e simpatizantes. Como lembrou Catarina Martins, uma das oradoras, foi um momento simbólico pelo calor do sol inspirador de Olhão que aproxima a prática política da auscultação e participação das populações, e pelo marco do solstício que, tornando a duração da noite no limite da superioridade face à duração do dia, lembra a escuridão do presente e a necessidade de unir lutas e esforços para que realmente amanheça e floresça a esperança e a mudança como deve de ser.

Setembro 16, 2014

O Bloco de Esquerda, em sessão camarária, foi a única força política a votar contra a revisão proposta do PDM para o concelho de Olhão, num contexto de manifesta falta de objetividade do estudo base designado por “Relatório de Avaliação da Execução do PDM” (incoerências e omissões na relação entre o diagnóstico e as propostas de execução; ausência de metodologias de investigação-ação com recurso à participação das populações locais) e de intenções duvidosas e atentatórias da defesa do património histórico, cultural e natural que orientam (ou desorientam) a política do Partido Socialista Local a nível do ordenamento do território e urbanismo (informações prestadas em sessões institucionais; planos de pormenor divulgados).

Conheça no interior a declaração de voto do BE e participe com contestação e propostas de alteração na discussão pública do processo!!! 

Abril 24, 2014

"Foi bonita a festa,pá!"(...) "Eles comem tudo (...) mas não sabem que o sonho comanda a vida (...) e que a liberdade está a passar por aqui!!!"

Não desistas da luta! Participa!

Março 8, 2014

O que levará uma câmara cada vez mais endividada a insistir e até a promover a atribuição de subsídios? Como compreender a ausência de hierarquização, de prioridades e de critérios objectivos de mérito na atribuição de subsídios, num contexto em que existem redes sociais que deveriam ser conhecidas e trabalhadas em conjunto? Que interesse público existirá na “subsidiodependência” e na individualização da intervenção social? Porque se negligencia a avaliação dos projectos subsidiados, sendo esse factor um dos indicadores essenciais da viabilidade das instituições?

Fevereiro 2, 2014

Foi num fim de semana chuvoso que regressámos como prometemos na campanha - o vereador eleito do Bloco de Esquerda e mais camaradas que registaram reportagem. Recebeu-nos a população de um bairro que nomearam da "restauração" mas que a segregação e o abandono de há mais de um século infelizmente vinca a designação popular de  "barraquinhas".  Tivémos mais uma oportunidade para recolher informações sobre promessas não cumpridas, para registar histórias, experiências vividas de sobrevivência e de constantes denúncias não atendidas, de expectativas de quem luta e lutará pela dignidade e pelo bem-estar como direitos. Já sabíamos que Olhão tem problemas acumulados de má gestão urbana e de negligência ambiental, mas o que vimos e sentimos coloca a realidade do retrocesso às características "terceiro mundistas" de um passado que a democracia, a liberdade e o desenvolvimento prometeu nunca mais aceitar. O Bloco de Esquerda esteve, está e estará ao lado das mais que justas reivindicações destes olhanenses e tudo fará ao seu alcance para repor a qualidade de vida e a inclusão social no nosso concelho.

(veja as fotos no interior da notícia, em anexo, e o artigo de reportagem na coluna opinião)

Novembro 23, 2013

Como resultado da auscultação das forças vivas do concelho (aquando da preparação da candidatura e da campanha relativa às autárquicas 2013) e face  às solicitações de alerta pela parte de vários elementos da corporação de bombeiros de Olhão, o Bloco de Esquerda local remeteu o problema para apuramento de responsabilidades em sede de intervenção da Assembleia da República. Em sequência, a deputada do BE eleita pelo círculo do Algarve, Cecília Honório, questionou o Ministério da Administração Interna acerca da falta de meios técnicos e humanos na corporação dos Bombeiros Municipais de Olhão, chamando a atenção para os momentos de precariedade vividos que "a tutela não deve ignorar". Veja, em anexo, as questões colocadas.

Novembro 18, 2013

 Por iniciativa da concelhia de Olhão do Bloco de Esquerda, foi publicado no passado dia 15 de Novembro, na página 9 do Jornal "O Olhanense", o pedido formal de direito de resposta ao artigo "Os ressabiados do costume" (assinado por "ES"). Pretende-se assim repor o "direito ao bom nome e reputação" de todos os cidadãos e particularmente dos cidadãos atingidos  e pugnar pela elevação do conteúdo jornalístico que defendemos não dever ser utilizado como "instrumento de luta político-partidária" com base em posturas de "ofensa gratuita no concelho".

Novembro 9, 2013

Foram apresentadas hoje, dia 8 de Novembro, nos "paços do concelho" de Olhão , em representação dos deputados eleitos pelo Bloco de Esquerda à respectiva Assembleia Municipal, as propostas consideradas mais urgentes para iniciar o processo de reposição da transparência, rigor e justiça na gestão e desenvolvimento do concelho. Trata-se de um trabalho de equipa continuado que visa pugnar pela concretização do programa autárquico apresentado a sufrágio em setembro último, que pretende corresponder aos anseios e expectativas da população e de todos os que nas listas do bloco depositaram  confiança, e que nenhuma "estratégia de poder", mais ou menos camuflada, poderá travar. Na sessão extraordinária da Assembleia Municipal marcada para o próximo dia 21 de Novembro de 2013 lá estaremos para defender Olhão e os seus munícipes, para concretizar e clarificar posições e para lutar por um concelho mais igual, justo e transparente.

Novembro 9, 2013

Consulte integralmente no interior do presente artigo as propostas do Bloco de Esquerda para inclusão de assunto na ordem do dia da próxima sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Olhão (a realizar no dia 21 de Novembro do presente ano), nomeadamente a referente ao REGIMENTO DA ASSEMBLEIA.

Novembro 3, 2013

Em resposta à solicitação da Associação de Pais da Escola nº5 de Olhão, o deputado Luís Fazenda questiona Nuno Crato sobre a situação de injustiça criada pela alteração de horário imposta para o ano letivo 2013/2014 pelo ME (facto que vem a lesar toda a comunidade educativa e a prejudicar pedagogicamente os alunos envolvidos). Veja a documentação relativa ao processo que aguarda resposta...

Outubro 16, 2013

"(...)
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não, do tamanho da minha altura..."

( Alberto Caeiro)

O resultado da eleição para a mesa da Assembleia Municipal de Olhão devia ser motivo para uma reflexão séria e profunda por parte da concelhia de Olhão do PS, sobre a forma como aquele partido tem conduzido a Câmara Municipal e a política neste concelho. 

Outubro 5, 2013

Foi e será um caminho partilhado, com a força das pessoas e das ideias, num projeto  com “olhão sempre” no centro para “restaurar a confiança”. Contribuímos para a mudança. Lutámos e conseguimos uma visível vitória - dez autarcas eleitos (mais um que em 2009), o fim da maioria absoluta do partido dominante, uma nova esperança para o desenvolvimento de Olhão!

Um forte abraço a todos os companheiros e companheiras, amigos e amigas, que participaram connosco na construção da candidatura e na campanha! Um obrigado a todo o povo do concelho de Olhão que acreditou no nosso projeto e na nossa postura de rigor e transparência ou que desabafou connosco e que partilhou anseios, necessidades e desilusões! Juntos podemos fazer a diferença e, do primeiro passo que foi dado, nascerá certamente uma grande jornada no futuro – a intransigência na defesa da dignidade, da justiça social e de um concelho menos desigual onde todos somos importantes!!! 

Junho 14, 2013

O presente inquérito (elaborado, aplicado e recolhido no mandato autárquico anterior) foi este ano tratado e sujeito a análise, de modo a servir como um dos elementos chave para a elaboração do programa eleitoral 2013, projeto que se quer realista, pertinente e participado. Trata-se de uma postura de democracia participativa, tão infelizmente ausente do nosso panorama político, que pretende acima de tudo sistematizar e compreender as práticas e representações dos cidadãos sobre o estado do concelho e sobre o seu desenvolvimento futuro.

Destaque-se  a evidente crítica a um poder local que nos "governa" há mais de trinta anos pois repetem-se as representações negativas dos inquiridos sobre o estado do concelho, principalmente nos domínios social, do urbanismo e mobilidade, do ambiente e dos outros aspectos referidos.

Serve ainda o documento para conhecer aquelas que são as principais necessidades sentidas do concelho  (áreas prioritárias de intervenção) e as sugestões da população para o seu desenvolvimento futuro.