Share |

PLANO DE PORMENOR DA ZONA HISTÓRICA - INSISTÊNCIA EM MEDIDAS ABUSIVAS FACE À DEFESA DO PATRIMÓNIO LEVA A VOTO CONTRA DA VEREAÇÃO BE

Zona histórica - novas pavimentações a verde claro; área do mirante a verde escuro

Declaração de voto

Plano de pormenor da Zona Histórica da Cidade de Olhão

 

 O Plano que agora nos é apresentado contempla algumas alterações em relação ao anterior, nomeadamente o desaparecimento dos edifícios a demolir. Contudo, continua a apresentar alguns aspectos com os quais não podemos concordar e que passo a referir:

- Construção de novo edifício na confluência da Rua das Ferrarias, Rua Dr. Miguel Bombarda e Rua João de Deus, destinado às funções de mirante, depósito de água ou outro compatível com uso residencial. O edifício poderá ter uma altura de 21 metros que corresponde a um prédio de sete andares. Poder-se-ia compreender a construção do referido edifício na parte mais moderna da cidade, e mesmo assim com muita discussão e controvérsia, já não se consegue entender a sua edificação em plena Zona Histórica onde a altura máxima de construção é de nove metros.

- Refere-se também, no capítulo V- execução do plano, a reabilitação dos sistemas de infra estruturas urbanas, nomeadamente através  da repavimentação de parte da área de intervenção. Não se entende a referida necessidade, uma vez que toda a Zona Histórica já se encontra pavimentada (seria, provavelmente um desperdício superior a um milhão de euros).

- Refere-se também à necessidade de aumentar a densidade de edificação para atrair mais residentes e tornar economicamente viáveis algumas construções. Sendo a grande parte das ruas muito estreitas, o aumento da densidade de edificação poderá passar pelo aumento em altura que tornará muitas habitações demasiado sombrias.

Pelo exposto se vota contra.

Olhão, 16 de Setembro de 2015

                                                          O vereador do Bloco de Esquerda